Pamela Anderson & Her Sons Get Ready for the ‘Pamela, a Love Story’ Premiere | Vogue

“This is me as a parent, in a makeup chair somewhere…with my boys.” Watch as Pamela Anderson and her sons Brandon and Dylan Lee get ready for the premiere of her newly released Netflix documentary, ‘Pamela, a Love Story.’ Pamela talks about how the movie came together, detailing how her son helped cobble together footage from their “vault” to tell a story that was unafraid of the truth. Pamela then hits the carpet wearing a stunning ruby-red dress, a color reminiscent of her days on the hit television show Baywatch.

“Esta sou eu como mãe, em uma cadeira de maquiagem em algum lugar… com meus filhos.” Veja como Pamela Anderson e seus filhos Brandon e Dylan Lee se preparam para a estréia de seu recém-lançado documentário da Netflix, ‘Pamela, a Love Story’. Pamela fala sobre como o filme surgiu, detalhando como seu filho ajudou a juntar imagens de seu “cofre” para contar uma história que não tinha medo da verdade. Pamela então chega ao tapete usando um deslumbrante vestido vermelho-rubi, uma cor que lembra seus dias no programa de televisão de sucesso Baywatch.

Pamela’s memoir, ‘Love, Pamela’ is out now

Director: Nina Ljeti
Director of Photography: Stephen Tringali
Editor: Michael Suyeda
Producer: Naomi Nishi
Associate Director, Creative Development, Vogue: Alexandra Gurvitch
Associate Producer: Courtney Walden
Assistant Camera: Jacqueline Lehr
Audio: Gloria Marie
Hair: Sara Tintari
Makeup: Eileen Madrid
Stylist: Rebecca Ramsey
Stylist Assistant: Kat Cook
Filmed at: The Beverly Hills Hotel
Production Coordinator: Ava Kashar
Production Manager: Kit Fogarty
Line Producer: Romeeka Powell
Senior Director, Production Management: Jessica Schier
Assistant Editor: Andy Morell
Post Production Coordinator: Jovan James
Supervising Editor: Kameron Key
Post Production Supervisor: Nicholas Ascanio
Global Entertainment Director, Vogue: Sergio Kletnoy
Director of Content, Production, Vogue: Rahel Gebreyes
Senior Director, Programming, Vogue: Linda Gittleson
Executive Producer: Ruhiya Nuruddin
VP, Digital Video English, Vogue: Thespena Guatieri

Glória Maria foi a primeira repórter negra a se destacar na TV e a usar lei contra racismo

Apresentadora conquistou a cumplicidade do espectador por suas atitudes, como a de processar o gerente de um hotel que a impediu de entrar pela porta da frente
Por Ubiratan Brasil

Foto: WILTON JUNIOR

Glória Maria trocou um selinho com Mick Jagger, dançou com Roberto Carlos, foi acarinhada por Madonna – essas são as imagens marcantes da jornalista e apresentadora que morreu na manhã desta quinta-feira, 2, no Rio, aos 73 anos. Aliás, sua idade também alimentou muitas discussões, diante da sua má vontade em revelar o número exato.

Mas Glória Maria deixa como legado uma trajetória que se confunde com os últimos 50 anos da história da TV brasileira, tornando-a uma autêntica pioneira. Afinal, foi a primeira repórter a aparecer ao vivo no Jornal Nacional, em 1977, quando reportou a saída de carros do Rio de Janeiro, em um fim de semana. Cobriu ainda eventos históricos, como a posse do presidente americano Jimmy Carter (1977), a Guerra das Malvinas (1982) e a invasão da embaixada brasileira do Peru por um grupo terrorista (1996).

A jornalista e apresentadora Glória Maria participa do programa sobre os 70 anos da TV no Brasil , apresentadora do Globo Repórter
A jornalista e apresentadora Glória Maria participa do programa sobre os 70 anos da TV no Brasil , apresentadora do Globo Repórter Foto: Victor Pollak / TV Globo

Atuou também como repórter esportiva, durante a Olimpíada de Atlanta (1996) e a Copa do Mundo na França (1998). Ao tentar explicar tal versatilidade, Glória confessava agir por impulso. “Se eu parar pra pensar racionalmente, não faço nada”, justificava.

Essa disposição alimentada pela curiosidade e até pelo susto despertava uma rara cumplicidade com o espectador, que confiava fielmente em suas informações. Trata-se de uma química que não se explica e não se cria intencionalmente, mas que simplesmente acontece.

Glória foi ainda importante em assuntos decisivos como raça. Primeira repórter negra a se destacar na televisão brasileira, ela se orgulhava de ser uma das pioneiras a usar a Lei Afonso Arinos, de 1951, que incluía a discriminação racial entre as contravenções penais. Ela contou, em uma postagem no Instagram de 2019, que, ao ser impedida de entrar pela porta da frente de um hotel no Rio, em 1970, processou o gerente, que dizia que negro não poderia entrar por ali. Glória chamou a policia, o gerente foi processado e, por ser estrangeiro, acabou expulso do País. Ao relembrar a história, ela reafirmava sua importância na luta contra a discriminação.

Amazon acalorado leilão de comédia de troca de corpos de Max Barbakow para Julia Roberts e Jennifer Aniston; Eles Vão Produzir Com LuckyChap

By Mike Fleming Jr

From left: Julia Roberts, Jennifer Aniston and Max Barbakow Getty Images

A Amazon Studios venceu um acalorado leilão entre quatro outros estúdios e streamers para um veículo de comédia de Julia Roberts e Jennifer Aniston. A comédia de troca de corpo sem título foi apresentada na semana passada por Max Barbakow, que escreverá e dirigirá o filme. LuckyChap Entertainment, a gravadora de produção de Margot Robbie, Tom Ackerley e Josey McNamara, produzirá ao lado de Roberts e seu banner Red Om Films, Aniston’s Echo Films e Barbakow. Ele é mais conhecido por dirigir Palm Springs, a comédia de Andy Samberg-Cristin Milioti 2020, vencida por Neon e Hulu em Sundance por uma soma recorde do festival. A comédia é baseada em seu tom original.

O apetite por um veículo estrela de duas mãos vem depois do surpreendente sucesso de bilheteria de Ticket to Paradise, a comédia que reuniu Roberts novamente com George Clooney. Para Jennifer Salke, da Amazon, e Julie Rapaport, diretora de filmes, isso sinaliza um aumento na Amazon para reforçar sua lista de filmes.

A Amazon estava na licitação para o título quente de Sundance, Fair Play, e venceu o leilão para Red Shirt, uma proposta de Simon Kinberg que Channing Tatum estrelará para o diretor David Leitch, e antes disso a comédia de casamento dirigida por Nick Stoller para a estrela Reese Witherspoon e Will Ferrell.

A CAA lidou com o leilão e é mais uma evidência de que os pacotes estrela que podem ser rastreados rapidamente e encaixados em cronogramas de lançamento são a melhor maneira de obter o melhor dinheiro. No momento em que a comédia de Roberts e Aniston é feita, me disseram que cada atriz atingirá uma marca d’água no dia do pagamento, contando salário e compra de back-end.

Roberts é representado pela CAA e Hirsch Wallerstein; Aniston é CAA, Lighthouse Management e Hansen Jacobson; Barbakow é CAA, Range Media Partners, e Jim Gilio e Jonathan Sauer em Sloan, Offer; e LuckyChap é CAA, Entertainment 360 e o advogado Jeff Bernstein.

Shakira ‘expulsou’ inquilinos de apartamento de Gerard Piqué para tirá-lo de casa, diz tabloide espanhol Vanitatis

Segundo o veículo espanhol ‘Vanitatis’, a crise no casamento dos dois acontecia há mais de um ano, e por isso ela pediu para os ex-moradores deixarem o imóvel para que o jogador pudesse voltar a morar sozinho

Piqué e Shakira – Foto: Getty Images

separação de Shakira e Gerard Piqué ganhou os de toda a imprensa internacional desde seu anúncio, em junho de 2022. Mas segundo o tabloide espanhol Vanitatis, o casal já estava em crise pelo menos um antes de formalizar o fim da união.

A publicação conta que a colombiana chegou inclusive a ‘expulsar’ inquilinos do antigo apartamento de solteiro do ex-jogador para que ele pudesse deixar a casa em que os dois moravam com os filhos, Milan e Sasha.

Segundo o site, foi Shakira quem pediu ao companheiro que saísse de casa e morasse, pelo menos por um tempo, em seu antigo apartamento. As coisas aparentemente estariam tão feias, que ela mesma decidiu resolver a situação pessoalmente, enviando um recado aos inquilinos e indo até o local explicar que o antigo proprietário voltaria a morar ali.

De acordo com fontes próximas do caso para a Vanitatis, os inquilinos afirmaram que Shakira chegou no apartamento acompanhada de colegas para conversar com os inquilinos. “Ela foi muito gentil e extremamente educada”. A mudança foi um transtorno para as pessoas, que pagavam regularmente o alto aluguel, mas como era o proprietário solicitando, por lei, não podiam fazer muito. Também não tentaram, concordaram e entenderam os pedidos da cantora.

Naquela época, Piqué teria ido morar no apartamento, e fazia visitas frequentes na casa em que Shakira morava com filhos. “Havia festa em muitas noites, tudo meio louco, mas ele nos disse que eles estavam esfriando a cabeça, que estavam em crise, e nós entendemos”, disseram as fontes, vizinhos do jogador.

Os vizinhos pontuaram que as visitas noturnas de amigos eram frequentes e que sabiam que Piqué estava com uma moça em sua casa . “Clara não foi a primeira, e Shakira sabia disso”. A cantora tinha ciência disso e os paparazzi e repórteres esportivos também. Por isso, quando se espalhou o boato de que a separação era definitiva, os periódicos espanhóis “não deram muita bola”, porque pensaram que era uma das muitas histórias que circulavam nas fofocas e que sempre terminou em nada.

Brooke Shields compartilha pôster de documentário que abordará como ela foi sexualizada no início da carreira

Hoje com 57 anos, a atriz interpretou uma prostituta quando ainda era uma pré-adolescente, aos 11 anos
Por Crescer online

Brooke Shields ao lado de si mesma mais jovem em documetário — Foto: Reprodução/Instagram
Brooke Shields ao lado de si mesma mais jovem em documetário — Foto: Reprodução/Instagram

Na última terça-feira (17), a atriz Brooke Shields, 57, compartilhou em seu perfil do Instagram um pôster do novo documentário intitulado Pretty Baby, mesmo nome do filme de 1978, no qual ela interpretou uma prostituta aos 11 anos.

Na imagem, a estrela de cinema pode ser vista ao fundo, nos dias de hoje, ao lado de uma foto sua mais jovem. “É uma honra compartilhar a arte principal de Pretty Baby com vocês”, escreveu a atriz. “Estou muito animada para que vocês vejam este documentário”, acrescentou.

Segundo informações do jornal Daily Mail, a produção dividida em duas partes está programada para estrear na sexta-feira (20) em Park City, Utah, como parte da programação do Festival de Cinema de Sundance, e ainda neste ano será exibida na plataforma de streaming Hulu.

De acordo com o site do Festival de Sundance, o documentário irá explorar como a sexualização de Brooke no início de sua carreira — não apenas em “Pretty Baby”, mas em filmes como “A Lagoa Azul” e “Amor Sem Fim”, bem como em uma propaganda da jeans da marca Calvin Klein — afetou a vida da atriz e como isso pode impactar as jovens mulheres da atualidade.

Ainda segundo o Daily Mail, Brooke colaborou com o projeto, que vai olhar para o passado da atriz e abordar o primeiro casamento dela (com a estrela do tênis Andre Agassi), o relacionamento turbulento que ela tinha com a mãe, Teri, que faleceu em 2012, além de suas próprias lutas com a maternidade — a artista é mãe de duas jovens adolescentes: Rowan, 19, e Grier, 16, ambas frutos do relacionamento de Brooke com o produtor cinematográfico Chris Henchy, 58.

Em uma entrevista recente para o podcast Dear Chelsea, da apresentadora e comediante Chelsea Handler, Brooke revelou que, com a ajuda da terapia, ela foi capaz de focar nas coisas que quer replicar com as suas filhas, em vez do que não quer reproduzir a partir do estilo parental de sua mãe.

Madonna recria “A Última Ceia” e relembra polêmicas: “fiquei chocada ao me ver atacada pela Igreja Católica”

Cantora posou para editorial inspirado por imagens de cunho religioso, que recria “A Última Ceia” só com mulheres à mesa, e relembra os desafios ao longo dos 40 anos de carreira para publicação Vanity Fair Italia

Madonna recria ‘A Última Ceia’ com mulheres à mesa – Foto: Reprodução/Vanity Fair Italia

Prestes a embarcar por nova turnê mundial celebrando os 40 anos de sua carreira, Madonna posou para nova edição de revista italiana e relembrou os desafios que enfrentou ao longo das décadas ao desbravar territórios espinhosos com sua música pop. Ela também se abre sobre a maternidade, “a batalha mais difícil”, e sobre o que faria se pudesse retornar aos 20 anos de idade, como no começo de sua jornada profissional: “continuaria a perturbar a paz, a ser aventureira, a me expressar, a ser rebelde”.

Acompanhando editorial inspirado por imagens de cunho religioso, ela falou na entrevista revelada nesta quarta-feira (18.01) pela Vanity Fair Itália sobre como se sentiu ao ter respostas diretas da Igreja Católica na época do lançamento de seu documentário “Na Cama com Madonna”.

“Fui criada com uma educação católica. Durante a coletiva de imprensa, enquanto promovia [o filme], fiquei chocada ao me ver atacado pela Igreja, porque eles não conseguiam entender o quanto meu trabalho estava tentando produzir algo de bom. Rapidamente percebi que eles eram o problema, não eu. Eles eram o problema porque não tinham entendido que meu trabalho como artista unia as pessoas, dava liberdade de expressão, unidade. Era o espelho dos ensinamentos de Jesus, quem me atacou foi um hipócrita”, ressaltou.

No ano em que comemora quatro décadas na trajetória profissional, Madonna detalhou como enxerga, hoje, os desafios ao longo da jornada: “Dediquei todo o meu tempo, toda a minha energia a lutar e trabalhar por coisas que a maioria das pessoas nunca sonhou ou achou difícil de acreditar. Quanto me custou? Falta de descanso, desistir da segurança, acabar com todo relaxamento, adeus a uma vida confortável, falta de sono, zero paz de espírito, incapacidade de passar tempo com as pessoas que amo. No entanto, esta era a jornada que eu tinha que fazer. No entanto, esse foi o custo que decidi pagar. E deixe-me ser clara: paguei até o último centavo.”

Nas novas fotografias, clicadas pela dupla Luigi & Iango, Madonna também recria sua versão para “A Última Ceia”, agora composta com mulheres à mesa. “Foi uma sugestão dos fotógrafos e achei um ponto de vista muito interessante, uma forma de embutir uma energia totalmente feminina num mundo tradicionalmente imaginado e representado apenas por homens. Virei o jogo e gostei da ideia de jogar com uma contradição, que não vejo como contradição de jeito nenhum”, detalhou sobre a imagem em passagem da conversa com a publicação.https://www.instagram.com/p/CnjhIpQMTvo/embed/captioned/?cr=1&v=12

Madonna também abre revelações sobre como experienciou a maternidade — ela é mãe de Lourdes Leon, Rocco, David, Mercy e as gêmeas Stelle e Estere –, que considera “sua batalha mais difícil”. “Ainda hoje, luto para entender como ser mãe e fazer meu trabalho. Porque, seja como for, seja quem for, ter filhos e criá-los é uma obra de arte. E ninguém lhe dá um manual. Você tem que aprender com seus erros. É um trabalho que leva muito tempo. E cansa porque nunca há descanso”, explicou.

Famosa também pelo ativismo em prol de batalhas importantes como a representatividade LGBTQIAP+, o fomento à pesquisa em prol da luta contra o HIV e reforma legislativa em prol do controle de armas, Madonna também reforçou o elo de tais batalhas com a própria história pessoal: “Olha, para falar a verdade, quando eu não era ninguém, quando estava sem dinheiro e sem comida, eram justamente pessoas de etnias diferentes e membros da comunidade LGQBTIQA+ que me apoiaram, cuidaram de mim. Como eu poderia não apoiá-los eu mesma? E de novo: inclusão e diversidade são valores que sempre fizeram parte da minha trajetória como artista. Quanto mais o tempo passa, mais percebo que sou uma artista e uma pessoa que deve dar voz aos marginalizados.”

Madonna anuncia turnê ‘Celebration Tour’ com hits dos 40 anos de carreira, mas show não vem ao Brasil

Madonna Announces Dates for 40th Anniversary ‘Celebration Tour’

SÃO PAULO – Madonna anunciou nesta terça-feira sua próxima turnê. “Celebration Tour” passa pela Europa, pelos Estados Unidos e pelo Canadá a partir de julho, com shows nos quais a cantora vai tocar seus hits de 40 anos de carreira. Não há apresentação prevista para o Brasil.

A 12ª turnê da diva do pop foi anunciada em um vídeo no qual Madonna e seus convidados fazem diversas insinuações sexuais e reencenam uma foto do livro “Sex”, tudo em tom de humor.

Estão ao redor da mesa do clipe, por exemplo, o DJ Diplo e o cantor de rap Lil Wayne, que cantam “La Isla Bonita” com Madonna, dando a entender que a música fará parte do repertório, assim como “Like a Virgin”, mencionada pela própria cantora.

No domingo, a artista havia apagado suas redes sociais, sem dar explicações, o que aumentou os rumores do anúncio da turnê. Sua última leva mundial de shows foi a “Madame X Tour”, de 2019.

Britney Spears se pronuncia após briga com marido: ‘Ninguém se importa com o que eu faço!

Cantora ainda reclama que se sente vigiada em todos os lugares
ANA CORA LIMA

Britney Spears conta que estava ‘um pouco bêbada’ durante o jantar – Instagram/britneyspears

RIO DE JANEIROBritney Spears, 41, voltou a virar assunto nas redes sociais neste final de semana após a repercussão de um vídeo em que aparece, supostamente, brigando com o marido, Sam Asghari, em um restaurante nos Estados Unidos. Nas imagens, a cantora tenta se esconder atrás do cardápio ao perceber que está sendo filmada por frequentadores do local.

Horas depois, ela ainda fez um vídeo dançando e fazendo gestos obscenos para a câmera ao som de “I Touch Myself”, da banda Divinyl. A cena preocupou os fãs da diva pop. Na madrugada desta segunda-feira (16), Britney comentou que se sente vigiada. Disse também que percebe que as pessoas ao seu redor prestam a atenção a cada movimento que ela faz, esperando para atacá-la e assumiu que estava “um pouco bêbada” durante o jantar com Asghari.

“Sei que as notícias estão ‘bombando’ sobre eu estar um pouco bêbada no restaurante. É como se todos estivessem assistindo cada movimento meu! Estou tão lisonjeada que eles falam de mim como uma maníaca, e depois têm coragem de falar sobre todas as coisas negativas que aconteceram no meu passado”, escreveu a cantora.

Ela continuou reclamando: “Sei que todos torcem por mim, e tenham certeza de ver as fotos que saíram minhas em que pareço o Shrek. Eu pensei, ‘nossa, isso é horrível’, mas ainda havia duas fotos em que eu estava normal. De qualquer forma, ninguém se importa com o que eu faço!”.

Desde o início de novembro de 2021, ela está livre da tutela do pai James P. Spears, após 13 anos de controle sobre sua vida, carreira e finanças

Música de Shakira que ataca Piqué bate 100 milhões de visualizações e viraliza

Cantora colombiana manda indiretas ao jogador espanhol em canção que já tem quase 30 millhões de reproduções no Spotify

As mulheres não choram mais, as mulheres faturam”, diz um verso da canção de Shakira

SÃO PAULO – Parece que Shakira está revoltada com seu ex-marido, o jogador espanhol Gerard Piqué. É o que a colombiana dá a entender na letra de “Shakira Bzrp Music Sessions 53”, single lançado na última quarta-feira cujo clipe ultrapassou 100 milhões de visualizações no YouTube. No Spotify, a canção já tem quase 30 milhões de reproduções.

A música tem feito burburinho nas redes sociais porque a cantora, que se separou do jogador de futebol no ano passado, foi direta ao criticar o ex na letra. “Tanto que você dá uma de campeão/ E quando mais precisei, você mostrou sua pior versão/ Desejo que você fique bem com minha suposta substituta/ Ah, muita academia/ Mas treine o cérebro um pouquinho também”, canta.

Ao longo da canção, Shakira cita situações específicas que parecem fazer referência ao conturbado término do casal, que ocorreu depois de 11 anos de relacionamento.

“Eu não volto com você, nem que você chore ou me implore/ Eu entendi que não é minha culpa que eles critiquem você/ Eu só faço música, desculpe por ter espirrado em você/ Você me deixou como vizinho a sogra/ Com a imprensa na porta e a dívida no Tesouro”, ela diz.

A cantora viu seu conflito com o Ministério da Fazenda espanhol se agravar depois da separação. As autoridades fiscais do país a acusam de sonegar o pagamento de € 14,5 milhões —o equivalente a mais de R$ 80 milhões— em impostos entre 2012 e 2014. Piqué supostamente estimulava Shakira a manter a luta contra as autoridades espanholas acreditando que ela poderia ganhar o caso.

Há versos em que Shakira alfineta até a suposta nova namorada de Piqué. “Você está tão estranho que eu nem consigo distinguir você/ Eu valho por duas de 22/ Você trocou uma Ferrari por um Twingo/ Você trocou um Rolex por um Casio”, canta. Ela estaria fazendo referência à idade de Clara Chía, apontada como nova namorada de Piqué, que tem 23 anos.